WEEKEND REVIEW

De visita a Óbidos, com a "Arte de Viajar" de Alain de Botton dentro da mala, e os olhos bem abertos para absorver tudo o que esta pequena vila pitoresca que tanto gosto tem de bonito. O espírito medieval paira no ar e mistura-se suavemente com a brancura luminosa das casas, impecavelmente delineadas de azul cobalto ou amarelo, coroadas de hortêsias, buganvílias e acácias, numa explosão de cor e luz. Como diz o escritor cujo livro me acompanhou este fim de semana, um dos impulsos que nos dominam quando encontramos a beleza é o desejo de a prender, guardar e lhe dar um lugar maior nas nossas vidas. Mas a beleza é fugidia e talvez a máquina fotográfica seja uma das opções possíveis para este nosso desejo. "Tirando fotografias podemos aliviar o desejo de posse que a beleza de um lugar suscita em nós; a nossa ansiedade talvez acalme um pouco no momento em que carregamos o botão. Podemos igualmente tentar deixar uma nossa impressão física num lugar predileto, na esperança de, tornando-nos mais presentes nele, o tornarmos mais presente em nós."














Imagens | Homes in Colour

Sem comentários