Palácio Marquês de Pombal



Quando há dois anos atrás vim ver um concerto ao EDP Cool Jazz Fest fiquei imediatamente com vontade de vir conhecer mais de perto (e à luz do dia) os jardins do Palácio Marquês de Pombal que naquela noite de Verão, iluminados por dezenas de luzes e música, me pareceram verdadeiramente bonitos.


O sol de Inverno e as temperaturas amenas e convidativas do fim de semana levaram-me no sábado a Oeiras, e para além dos Jardins (a minha parte preferida) fui visitar, pela primeira vez, o Palácio Marquês de Pombal.


Apesar da silenciosa nudez do seu interior, este palácio do século XVIII (que pertenceu ao Marquês de Pombal) oferece um conjunto extraordinário de artes decorativas nos seus magníficos tetos de estuque e ricos painéis de azulejos.


Mas a melhor parte são mesmo os enormes jardins. Cuidados, frescos e amplos valem mesmo uma visita, de preferência ao pôr do sol.














Imagens Homes in Colour
SaveSave

Sem comentários