Homes in Colour

Live beautifully . Live creatively

Search

O meu Primeiro Workshop de Cerâmica


Dar um workshop de cerâmica não estava propriamente nos meus planos. Por um lado, achava que podia ser uma experiência interessante, por outro, a insegurança travava-me. Afinal (pensava), quem sou eu para dar um workshop de cerâmica, se eu própria ainda me debato por vezes com alguns problemas técnicos que nem sempre compreendo e que para os resolver tenho (por vezes) que pedir ajuda a pessoas mais experientes?



No entanto, quando a Danielle Tótola (mentora do projeto Wowmes)  veio ter comigo ao atelier e me desafiou para o fazer, houve qualquer coisa em mim que quis aceitar esta experiência (apesar de alguns receios).

Everything you want
is on the other side of fear

- U N K O W N

Acabei por dizer que sim (essencialmente) por dois motivos: primeiro, porque gosto muito deste projeto que a Danielle está a desenvolver; segundo, como ela própria me explicou, o objetivo era ser um workshop simples de iniciação para pessoas sem experiência prévia em cerâmica, e que queriam apenas aprender algumas técnicas básicas.



Por isso, achei que podia ser viável. Porque se não me atrevo a dar workshops a outros ceramistas, atrevo-me sim a partilhar com quem está a iniciar, alguns dos conhecimentos que já tenho e que fui aprendendo nos últimos tempos. Alguns aprendi sozinha com a minha própria experiência e em modo tentativa-erro; outros foram outras pessoas que me ensinaram a mim, e que agora tenho todo o gosto em partilhar.



Porque fazê-lo, de uma forma simples e despretensiosa, é na verdade um acto de serviço e de generosidade. Como diz Maya Angelou:

What you learn, teach.
What you get, give.

- M A Y A   A N G E L O U

Apesar do nervosismo inicial, acabei por gostar mesmo muita da experiência, sobretudo porque tive a felicidade de ter um grupo fantástico de 30 pessoas, que não só estavam realmente interessadas em aprender, como também foram super simpáticas e acolhedoras.



No final, ficou o sentimento que calculo que as noivas sintam no término do casamento: foi uma experiência incrível mas que passou a correr, e tive imensa pena de não ter conseguido dar a atenção que gostaria a toda a gente.

(por falar nisso, o meu sincero obrigada não só à própria Danielle, como à Andreia Moutinho e à Vanessa Santos pelo apoio e ajuda preciosa durante o workshop. Sem vocês não teria sido mesmo possível).



Acima de tudo, acho que todos gostámos da experiência (sim, não posso falar só no feminino porque tive um homem no meu workshop, obrigada Fábio pela tua presença no meio de tantas mulheres!) e adorámos também o local escolhido pela Danielle para o realizar. O _NOW no Beato é realmente um espaço incrível e foi o cenário perfeito para esta tarde criativa.



Obrigada mais uma vez a todos; não só aos que organizaram mas também aos que participaram. Espero que tenha sido tão enriquecedor para vocês como foi para mim.

P.S. Um agradecimento especial também à Dois, pelas fotografias maravilhosas que utilizei neste post.

Fotografia Dois

Sem comentários

Enviar um comentário