Homes in Colour

Live beautifully . Live creatively

Search

Design Crush // Candeeiro Atollo

Simplicity is the most complicated thing in the world
Vico Magistretti
Design de Interiores Paola Gredler | Fotografia Annette O´Brien

O post de hoje é dedicado a um dos meus ícones de design preferidos. Desenhado na década de 70 pelo arquiteto e designer italiano Vico Magistretti, o candeeiro de mesa Atollo é verdadeiramente uma peça de design única e intemporal. Sofisticado mas de formas simples, é um candeeiro que pela sua versatilidade fica bem em qualquer casa, mas não é para todos os bolsos. Pessoalmente é uma das minhas peças de design preferidas, por isso hoje venho falar-vos um pouco dele.

Design de Interiores GOLDEN | Fotografia Dan Hocking

Composto por uma base cilíndrica compacta com uma terminação em cone ligada por uma pequena peça de alumínio a uma semi-esfera, este candeeiro em forma de cogumelo foi desenhado por Magistretti quando era diretor de arte na Oluce, uma das mais antigas empresas de iluminação italianas ainda em funcionamento nos dias de hoje.

Foto Esquerda  - Styling Susana Vento  |  Foto direita - Design de Interiores Diego Delgado Elias

Design de Interiores Diego Delgado Elias

Começado a produzir em 1977 (numa época de grandes mudanças e inovações na área do design) esta peça minimalista valeu a Magistretti o seu segundo Compasso d´Oroo maior prémio de design industrial italiano (o primeiro ganhou-o com o candeeiro de mesa Eclisse da Artemide)


Fotografias via Nomad

Nas últimas três décadas o candeeiro Atollo tem sido adquirido por várias coleções de design, nomeadamente a do Metropolitan Museum of Art (em Nova Iorque) e existe disponível para venda em lojas da especialidade (por exemplo aqui ou na Loja Area em vários tamanhos e três acabamentos diferentes: preto, branco e dourado.

Fotografia esquerda Pinterest | Foto direita  - Design Interiores Lotta Agaton

Uma peça que, como disse ao início ao início, não é para todos os bolsos, mas que é, sem dúvida, para ser apreciada por todos nós. Para quem ainda não conhecia, espero que tenham gostado.

Imagem via Pinterest

Sem comentários

Enviar um comentário