Mercado Mini.Mi no Grilo

Imagens Homes in Colour

Viver alguns anos na mesma cidade dá-nos uma perspectiva curiosa da sua própria dinâmica, crescimento e mudanças. Há uns bons anos atrás, quando ainda andava a estudar na Faculdade de Belas Artes, recordo-me perfeitamente de Marvila ser uma zona mais alternativa mas trendy onde algumas galerias de arte importantes tinham os seus espaços (e que entretanto já desapareceram) e onde muitos dos nossos melhores e mais reconhecidos artistas (como o Pedro Cabrita Reis, a Joana Vasconcelos, entre outros) tinham os seus ateliers e locais de trabalho.

Imagem Mini Mi

Uns tempos mais tarde o Bairro de Marvila acabou por cair no esquecimento e tornou-se uma zona menos nobre e interessante da cidade para onde ninguém ia. A Fábrica do Braço de Prata deu-lhe alguma dinâmica, mas na verdade (na minha opinião) nunca lhe conseguiu arrancar a conotação de zona demasiado alternativa apenas frequentada por um grupo pequeno de pessoas, geralmente  artistas e hypsters.

Imagens Homes in Colour

E estávamos assim até à pouco tempo, até Marvila começar (aos poucos) a conquistar o título de zona mais cool da cidade, onde todos os mercados mais interessantes acontecem, onde há lojas fantásticas (o Cantinho do Vintage, por exemplo), restaurantes de referência, e onde inclusive se projetam casas fora de série por arquitetos galardoados com o Pritzker Prize ( saibam mais sobre o fantástico projeto de Renzo Piano aqui).

Imagem Mini-Mi | Pintura de Sofia Aguiar

Foi nesta zona que por exemplo que a blogger Maria Guedes (do Stylista) fez o seu último Mercado de Natal, e onde também a blogger Andrea Schaefer (autora do blog Mini Mi ) decidiu organizar o seu primeiro Mercado (com o mesmo nome do blog) e que teve a sua primeira edição no final do ano passado no espaço do Grilo.

Imagem Mini Mini | Stand da Mini Mana

A Andrea enviou-me na altura um email a convidar a dar uma espreitadela, mas o Mercado do Páteo da Galé onde estava a participar com as minhas peças de cerâmica calhava exatamente no mesmo dia e por isso não consegui ir. No entanto, esta vez, nada houve a impedir e lá fui eu no sábado passado para o nr 110 da Rua do Grilo.

Imagem Homes in Colour | Stand Santa Paciência

Bastante direcionado para a moda e acessórios, fiquei no entanto agradavelmente surpreendida por ver que a decoração e o design também já começam a ganhar expressão e a ser fonte de interesse. Logo à entrada, por exemplo, reconheci logo duas marcas de decoração infantil que adoro, a  Mini-Mana e a Pinapple Company, e mais à frente encontrei também a Santa Paciência (de quem falei no último post), a By Sía com as suas almofadas e almofadões com padrões mesmo giros, a Kidstuff e a Dome Ethical Store.

Imagens Homes in Colour | Stand Dome Ethical

Outro dos aspetos que gostei mesmo muito foi do local em si onde o mercado aconteceu, que é o espaço do Grilo, que como ele próprio se define é um local "que se tenta conservar aberto a propostas e desafios, e onde o estudo e trabalho dos artistas Sofia Aguiar e Tomás Colaço é aberto ao público e partilhado."

Pinturas de Tomás Colaço

Aqui realizam-se workshops, aulas de pintura e desenho, performances e ainda vivem alguns artistas em residência.  Deixo-vos em baixo mais algumas fotos de alguns recantos que gostei particularmente. Até amanhã :)




Imagens Homes in Colour

Sem comentários