à procura de uma estrela

que a cada dia difícil
a vida nos mostre que para 
cada fim necessário
haverá sempre um novo e bonito
começo à nossa espera
Ás 9h no meu blog

Imagem Pinterest

Este Verão tive a oportunidade única de contemplar um dos céus estrelados mais bonitos que já vi até hoje na minha vida. Um espetáculo gratuito de rara beleza que me comoveu profundamente e que guardo com carinho no coração, como uma benção. Foi há cerca de dois meses atrás, numa noite amena de Setembro, não muito longe da Arrifana. No meio da escuridão da noite apaziguadora dei por mim debaixo de uma gigante cúpula de estrelas brilhante, luminosa e intensa. A mais bonita e viva que tive o privilégio de ver até hoje. E com os olhos pregados no céu senti um arrepio percorrer-me o corpo, como quando nos apaixonamos. E de repente, no meio de tantos pontinhos de luz, uma estrela cadente quis ser vista por mim e rasgou o céu brilhante mesmo à frente dos meus olhos, deixando no ar o seu rasto de luz e mistério. Pedi um desejo tão simples e importante para mim naquele momento como o de voltar a ser feliz. E tenho fé que ele se vai realizar.