Getting Myself Cozy

A uma luz evanescente
Vemos mais agudamente
Que à candeia que fica
Emily Dickinson


O Outono chegou devagar este ano, por isso só agora começo a desfrutar daqueles dias de aconchego e calor em casa, que tento ao máximo manter cozy com velas (muitas!), livros e flores (sempre) e um belo chá quente. Se me acompanham por aqui já devem saber que sou fã dos chás da Rituals e já estou cheia de vontade de comprar o novo da edição limitada deste ano que me deram a provar no outro dia quando fui à loja comprar uma prenda. É de canela e gengibre e é simplesmente delicioso!...


Por aqui os dias têm passado a correr em preparações para mais uma feira (desta vez de Natal e num espaço fechado) onde vou estar novamente com algumas das minhas peças de cerâmica (em breve dou-vos mais informações). Esta tacinha que fotografei hoje é um dos modelos que vai estar por lá, mas que entretanto agora me acompanha cá por casa. Antes de as vender, gosto primeiro de as testar.


Embora já esteja a preparar umas chávenas com pega (que também vão estar nessa próxima feira), estas tacinhas também dão para beber chá (entre muitas outras coisas). Às vezes dizem-me que não porque não têm pega, ao qual eu respondo o que a minha querida amiga By Ellie, apaixonada pela cultura japonesa, me ensinou: os japoneses bebem muito chá e a maior parte das suas chávenas não têm pega justamente para o chá ser bebido na altura certa, quando já não queima. Se podemos pegar na chávena com as mãos é porque já está bom para beber. Ou seja, a pega é basicamente para os ocidentais apressados que gostam de bebericar antes do tempo e que geralmente queimam a ponta dos lábios :)


Ando a tentar que essa chávenas com pega sejam também suporte para umas velas deliciosas que eventualmente a minha querida By Ellie irá fazer, se houver tempo para tudo!.. É que nesta altura do ano parece que o tempo passa mesmo mais rápido, e por vezes nem sempre conseguimos fazer tudo aquilo que gostaríamos.


Ando também de regresso ao meu querido "Às 9 no meu livro" que é daqueles livros que gosto de ir lendo devagar, sem pressas. Uma página hoje, outra amanhã, para deixar gravadas no meu coração as palavras da minha homónima. Gosto sempre deste género de livros, verdadeiros,  despretenciosos, ricos em cada palavra e que nos ajudam a crescer por dentro. Fica aqui uma sugestão de leitura :) Até amanhã.

Imagens Homes in Colour

2 comentários

  1. Olá Sofia,
    Mais um post fantástico, minimalista, mas com bom gosto. Estou apaixonada pelas tuas fotografias e peças, já teria ido ao encontro delas se não houvesse o oceano a nos separar.
    Continua o bom trabalho, quero ver mais.

    Beijinhos
    Micaela

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Micaela, fico de coração cheio com a tua mensagem ❤️😊 No inicio do próximo ano vou abrir uma loja online e depois elas já poderão ir (em princípio) para qualquer parte do mundo :) Um grande beijinho e encontramo-nos por aqui :)

      Eliminar