Did it myself

Hoje partilho convosco um pequeno D.I.Y que me aventurei a fazer há uns dias e que me permitiu reutilizar uma peça que andava guardada na arrecadação há uns tempos. Comprei este passarinho na Area numa altura em que tinha a casa com cores mais fortes e vivas mas, assim que comecei a fazer mudanças para uma paleta de cores mais suave, acabei por o atirar para a arrecadação, onde tem estado a ganhar pó há pelo menos 2 anos. No outro dia, a fazer arrumações, reencontrei-o e achei que lhe podia dar um new look e um novo lugar na minha sala.

Passatempo// OFERTA DE RETRATO PERSONALIZADO

E porque o Dia da Mãe está à porta, juntámo-nos a mais um projeto original, artístico e inspirador, a BellySketcher e temos um Passatempo muito especial para todas as mamãs (ou futuras mamãs) que me acompanham aqui pelo blog. Não sei se já conhecem, mas a BellySketcher é um projeto criado pela Inês (arquiteta de formação) que, quando engravidou, sentiu um enorme desejo de voltar a desenhar. Se muitos de nós encontramos na fotografia o suporte ideal para registar momentos irrepetíveis, a Inês encontrou-o no desenho e na pintura e assim nasceu este projeto, que se dedica aos retratos de maternidade personalizados, únicos e com as vossas cores.  Temos assim para oferecer um retrato personalizado a aguarela de um momento especial entre vocês e o(s) vosso(s) filhote(s). Esse retrato personalizado será feito a partir de uma fotografia posteriormente enviada pela vencedora do Passatempo. Para se habilitarem a ganhar, basta seguir os passos abaixo!

Weekend Review


E em fim de semana prolongado fomos para Sul, até ao Algarve, passear um pouco, descansar e apanhar uns bons banhos de sol. Tenho uma ligação forte ao Algarve pois não só a família do meu pai é de lá, como, pelo lado da mãe, tenho também raízes em Silves. E foi justamente por aí que acabei por dar um belo passeio no sábado, e ficar a conhecer um pouco melhor esta pitoresca cidade algarvia que até hoje praticamente desconhecia.

Home Tour #20


Ver casas é a minha grande fonte de inspiração, não só para os posts aqui do blog como para as decorações que vou fazendo na minha própria casa. O único problema que isso me causa é que como vejo tanta coisa gira, frequentemente dou comigo a querer mudar e a querer comprar coisas novas cá por casa, o que (infelizmente) não é possível.

Mas espero que não seja só a mim que é útil, espero que para vocês também o seja. Utilizar ideias que vemos que funcionam é sempre a melhor garantia para bons resultados e desperdício de dinheiro. Porque sim, acredito que já vos deva ter acontecido (pelo menos comigo já) investir dinheiro numa peça que depois não se enquadrava bem em casa.


Se me costumam acompanhar por aqui já sabem que o estilo escandinavo é um dos que mais gosto, por ser leve, luminoso, não cansa e dá sempre uma sensação de harmonia naquele que deve ser o  oásis da nossa vida: a nossa casa. Vamos a mais uma Home Tour?

De Passagem pela Casa do Alentejo


Neste domingo fomos dar um passeio pelo centro da cidade e acabei por levar a máquina fotográfica comigo pois sabia que seria uma boa oportunidade para treinar um pouco e tirar mais algumas fotografias. Afinal, recantos bonitos é o que não falta por Lisboa!...

Decorar com Cestos

Hoje trago-vos uma sugestão de decoração que também já adotei cá por casa e que gosto imenso: decorar com cestos. Para colocar plantas, mantas, revistas, roupa ou simplesmente como objeto decorativo, os cestos ficam sempre bem e são uma ótima opção a adotar. E podem ser utilizados em várias divisões da casa, desde o quarto, à sala, passando pelo escritório. Tenho visto uns bem giros na Area Store, no Continente e na Hangar Design Store do CCB, e se ainda não estão convencidos, vejam as imagens abaixo e inspirem-se :) Boa semana!

Cozinhado com amor pela Maria Tigela



Embora nem todos tenhamos talento para a cozinha (como eu) não conheço ninguém que fique indiferente a uma mesa bonita e bem posta,  a uma arranjo bonito de comida, a um prato bem decorado, a uma tábua cheia de comida bem organizada e fresca. A cozinha, e tudo o que se relacione com ela, é também uma das grandes tendências do momento (vejam outras no post de 4ªfeira aqui) e parece que finalmente andamos todos a esforçarmo-nos para comer melhor e alimentarmo-nos de uma forma mais saudável. A esta vontade aliou-se a de servir bem e de uma forma mais bonita. Nunca como hoje as nossas refeições foram tão estéticas e frequentemente vemos o instagram recheado de imagens apetitosas que nos deixam literalmente a salivar.

3 Grandes Tendências, segundo Holly Becker

Para quem não conhece, a Holly Becker é a autora do blog de decoração provavelmente mais conhecido do mundo inteiro: o Decor8. Já ouviram falar? E para mim, que também tenho desenvolvido um blog dentro desta temática, é uma das minhas grandes referências. Para além do blog ser efetivamente LINDO e inspirador, a própria Holly é uma mulher que admiro imenso, pois é uma empreendedora e pioneira dentro desta área dos blogs de decoração, e tem desenvolvido nos últimos anos um trabalho verdadeiramente admirável que já conta, inclusive, com a publicação de 3 livros.

Para quem também gosta dela e a segue, deixo aqui um link para um podcast que acho que vão gostar de ouvir, sobre uma entrevista que o Darren Rowse lhe fez, em que ela conta uma série de curiosidades interessantes sobre o Decor8. A entrevista foi feita em 2010, mas sem dúvida que ainda vale a pena ouvir.

Mas, vamos ao tema de hoje! Na semana passada li um entrevista que a Holly Becker deu ao Etsy sobre 3 grandes tendências do momento e achei que seria interessante partilhar aqui convosco. Gosto de todas, por isso aqui vão elas:

Utilização de peças em Esmalte
Quando era criança lembro-me bem das peças em esmalte estarem bem presentes não só na cozinha da minha avó, como na cozinha de todas as amigas da minha avó. Depois de desaparecido durante uns tempos, regressou para agora estar de volta em força e aparecer nas cozinhas mais cool e trendy das revistas e blogs de decoração. Estas peças encontram-se todas disponíveis em lojas online portuguesas, que valem a pena uma visita (links em baixo).

Uma dica sobre Filtros


Quando 
ontem publiquei um post a contar que ia fazer um curso de fotografia acabei por receber uma simpática mensagem (obrigada Ana!) a perguntar que filtros é que eu já usava nas minhas fotografias, porque, como vos contei, utilizo alguns e misturo-os com o Photoshop.  E como me apercebi que esse questão podia interessar a mais pessoas, resolvi fazer este post hoje para vos mostrar como é que neste momento costumo editar as minha fotografias (quem não sabe de fotografia, utiliza estes truques :) Como adoro fotografar flores, acabei por pegar no ramo que tinha cá em casa e fazer este antes e depois para verem como uns bons filtros e um bocadinho de Photoshop podem fazer milagres!

Aprender a Fotografar

Your first 10,000 photographs are your worst.
Henri Cartier-Bresson
Imagem Homes in Colour

Decidi (finalmente!) ir tirar um curso de fotografia. Quando estudei na Faculdade de Belas Artes confesso que nunca me interessei muito por fotografia, mas há cerca de um ano atrás, quando decidi investir um bocadinho numa boa máquina, comecei a olhar para a fotografia com outra admiração, encanto e entusiasmo.

No Verão passado, uns dias antes de embarcar numa viagem de uma semana a Marrocos com três amigas, decidi comprar uma Canon, e com a ajuda e conhecimentos de uma delas tirei aí as minhas primeiras fotografias (podem revê-las aqui). E posso dizer que não podia ter sido melhor local para começar!

Mas o que senti aí foi o que continuo a sentir hoje: que não consigo fazer o que quero com a máquina (o que não é de espantar, visto que não tenho nenhuns conhecimentos técnicos). E sinto-me sempre como alguém que comprou um carro mas que não tem carta de condução e que por isso não sabe conduzir.

Embora as minhas fotografias possam parecer que não são más de todo (é o que a maior parte das pessoas me diz) a verdade é que têm bastante photoshop em cima e um ou outro filtro (confesso-me), o que as ajuda a ficar minimamente decentes para as colocar no facebook, no blog e no Instagram. Mas mesmo assim nunca fico satisfeita, e como acho que trabalhar assim não é fotografar a sério, decidi inscrever-me num curso e vou começar já esta semana! Estou super entusiasmada e prometo que irei partilhando por aqui os meus progressos :)

Entretanto, se souberem de algumas dicas que queiram ir partilhando, são mais que bem vindas!

Desktop Wallpapers

Costumo mudar o wallpaper do meu desktop com alguma regularidade, não só porque me canso com alguma rapidez se usar sempre o mesmo mas, acima de tudo, porque existem pela internet imensos giros e gratuitos e assim torna-se fácil mudar. E isto porque muitos blogs costumam utilizar os wallpapers como freebies e assim, para nossa felicidade, há muitos disponíveis por esse mundo digital fora. Hoje trago-vos 6 que gosto, sendo que este primeiro é o que tenho neste momento no meu desktop. Por baixo de cada um, podem encontrar os links onde os podem descarregar gratuitamente. Útil? Espero que sim!

O espírito escandinavo de Silke Bonde


Hoje dou-vos a conhecer o trabalho de uma artista que sigo e que gosto muito chamada 
Silke Bonde. E como para falar sobre um trabalho minimalista poucas palavras bastam, hoje o meu texto também é mais contido. Na verdade, quando olho para o trabalho da Silke Bonde sinto que não há muito para dizer, mas sim para olhar. Mas, sem dúvida que gosto dos seus prints (ora geométricos ora mais orgânicos) de inspiração escandinava, que ela nos apresenta em ambientes com um styling único e inspirador. Inspiradora é também a sua conta de Instagram que podem seguir aqui se gostam de inspiração escandinava no seu melhor. Quem ficou apaixonado por estes trabalhos, podem encontrá-los na sua loja online aqui.

Monday Inspiration //Cactus

Em papel de parede, em prints, em almofadas ou ao vivo e a cores, os catos são sempre para mim, uma inspiração! Gosto acima de tudo das suas formas orgânicas e irregulares. Os últimos catos espetaculares que vi ao vivo foi no ano passado quando visitei os Jardins Majorelle, em Marrocos (podem ver as fotos aqui) e fiquei verdadeiramente impressionada. Nunca tinha visto tantos e tão grandes como os que lá encontrei. Ter catos em casa é fácil e não dá muito trabalho e existem vários sítios onde os podemos arranjar. Mas, para quem não gosta dos reais, pode sempre optar por outras soluções, como as que mostro abaixo. Quem é que tem catos aí por casa ou que esteja a pensar arranjar alguns? Alguma ideias que gostassem de partilhar? Boa semana!