Para casacos, malas, éncharps ou mesmo chapéus de chuva, um bom e bonito cabide de parede é sempre indispensável numa casa. Os mais naturais em madeira são geralmente os meus preferidos, por isso aqui fica uma seleção daqueles que escolheria para mim. Todos eles adaptam-se perfeitamente a qualquer ambiente, sendo que o cabide-nuvem (imagem 6) fica a matar num quarto de criança, mas também se adapta perfeitamente a qualquer outra divisão da casa. Para quem gosta de espelhos redondos com fita, aqui fica uma dica: ficam um espetáculo suspensos nos cabides "Dot" (imagem 4). Todos os links em baixo.


1 | na Loop Design Studio, 47€ (por conjunto de 5)   2 | na Two Wooden Dots, 39,50€ (por um conjunto de 2)  3 | na Easy Wild, 6,70€ 4 | na Paris-Sete, 20€ 5 | na Boa Safra, 57€  6 | na Simply Child SA 14,40€   7 | na Hachi and Tegs, 11,99€  8 | na Studio Liscious, 26,50€

Para pendurar

Para casacos, malas, éncharps ou mesmo chapéus de chuva, um bom e bonito cabide de parede é sempre indispensável numa casa. Os mais naturais em madeira são g…

Para um blog melhor

Creativity is not a talent. It is a way of operating. John Cleese Tendo eu este blog há quase 3 anos uma das coisas que mais gosto de ler é ju…

Flores e mais flores

Flowers are not only beautiful, but powerful symbols that express the full range of human experience. Ellie Cashman Independentemente da estação …

Home Tour #25

A casa de hoje pertence à  Alexandra Evien , influenciadora, e uma das 9 embaixadoras americanas escolhidas especificamente pelo seu gosto impecável para s…

Um das minhas combinações preferidas (os neutros com apontamentos de dourado) foi a inspiração para o post de hoje, que é curtinho em texto, mas rico em peças giras para a casa. Entretanto aproveito para relembrar que hoje ao final do dia anunciarei o vencedor do nosso último Passatempo. Até já!
Espelho redondo   |   Candeeiro de teto  |  Caixinha  |   Cadeirão   |   Almofada   |   Tapete   |   Cesto   |   Banco   |   Candelabro

Neutrals & Gold

Um das minhas combinações preferidas (os neutros com apontamentos de dourado ) foi a inspiração para o post de hoje, que é curtinho em texto, mas rico em peça…

Do less, Be more

Doing nothing is better than being busy doing nothing. Lao Tzu Embora nem sempre me seja fácil admitir, cada vez mais tenho consciência que me t…

Para os dias frios

Inverno que seja digno desse nome não é passado sem uma ou duas boas mantas para aquecer, e aqui em casa nunca faltam, até porque (infelizmente) a minha casa …

Tendências //Veludo

Curiosamente, tenho várias memórias de infância ligadas ao  veludo.  Lembro-me de na casa da minha avó materna existir um sofá em capitoné forrado a vel…

Apenas uma resolução para 2017

Now is where it all begins Now is where the journey starts Now is what will be remembered Kay Neeves No início do ano geralmente todos gostamos d…

Novas Coleções 2017 Area Store

A  Area Store  é daquelas lojas pela qual quase todos nós temos um fraquinho. Como gosto de muitos estilos diferentes em decoração, também gosto bastant…

Top 6 // Cadeirões

Tardes de Inverno para mim fazem-me sempre imaginar serões encostada num bonito e elegante cadeirão a ler,  com uma manta por cima, uma (ou duas!) gatinhas an…

Palácio Marquês de Pombal

Quando há dois anos atrás vim ver um concerto ao  EDP Cool Jazz  Fest fiquei imediatamente com vontade de vir conhecer mais de perto (e à luz do dia)…

10 boas razões para se ter um blog

Imagem Homes in Colour Ter criado este blog foi sem dúvida uma das melhores coisas que fiz até hoje e uma das quais mais me orgulho. Independenteme…

Quartos Inspiradores #4

E hoje vamos a mais um  quarto inspirador  para tirarmos algumas ideias giras, boa? Ando cheia de vontade de fazer umas mudanças no meu, por isso tenho …

Tendências em review

E com 2016 a ficar para trás, achei que seria giro fazer um apanhado de algumas das tendências que mais gostei e que marcaram o ano que passou. Reuni oito p…

Um Brinde a 2017!

A Passagem de Ano, tal como muitas vezes os aniversários, são alturas do ano que nos fazem inevitavelmente parar para pensar, nem que seja um pouco. A fo…